fbpx

Orientação Jurídica

Relacionamentos complicados envolvem muitas questões, entre elas questões jurídicas. Se você tem alguma dúvida como se posicionar ou o quais procedimentos deve fazer, nossa orientadora jurídica, poderá clarear seu entendimento.

Mande suas questões para obter a orientação jurídica para o seu caso.

Perguntas Frequentes

Se o relacionamento abusivo gerou violência doméstica, dirija-se a uma delegacia da mulher e registre um Boletim de Ocorrência pois, este o primeiro passo para iniciar uma investigação do caso, conforme instituído na Lei Maria da Penha.

Este procedimento deve ser feito caso a violência doméstica seja cometida por cônjuge ou parceiro, filhos,  irmãos ou pais.

Depois de registrar o Boletim de Ocorrência bem detalhado, explicando o tipo de violência sofrida. Lembrando que na violência doméstica temos a psicológica, moral, sexual, patrimonial, física, e você precisa de provas do tipo de violência que vem sofrendo e denunciando violência doméstica ou ameaça iminente.

Você precisa entrar com um pedido de Medida Protetiva com afastamento do abusador do lar, na vara de família. Caso a ordem judicial seja ignorada por parte do seu cônjuge ou parceiro(a), esse evento precisa ser comunicado a polícia.

Procure a defensoria pública, no fórum da sua cidade, que irá dar um encaminhamento no divórcio gratuitamente, onde poderá ser pedida uma pensão alimentícia, com liminar – urgente.

Dra Cláudia Godói

Advogada especialista na área de família e
relacionamentos abusivos; coach formada pelo Instituto Brasileiro de Coaching; terapeuta  comportamental formada pelo Instituto Sérgio Lima

Sobre o instituto

Uma iniciativa sem fins lucrativos para auxiliar quem mais precisa mas não tem recursos para conseguir se libertar e mudar a própria vida sozinha.

Nossa missão

Difundir a sabedoria emocional para vencer situações de abuso e resgatar vidas que se encontram em desespero sobrevivendo em meio a toda toxidade de uma realidade indigna e abusiva.

Seja nosso apoiador